quarta-feira, 26 de maio de 2010

Ministério Público investiga procurador suspeito de fraude em Garanhuns



Suspeito de se omitir na defesa da Prefeitura, Roberto Falcão pode gerar prejuízo de quase R$ 1 milhão
Da Redação do pe360graus.com

O Ministério Público (MP) de Garanhuns, a 250 quilômetros do Recife, está investigando denúncias contra o procurador geral do município, o advogado Roberto Falcão (foto). Ele é suspeito de não fazer a defesa de processos contra a Prefeitura, sua obrigação como procurador, o que teria gerado um prejuízo de quase R$ 1 milhão.

A investigação começou quando o promotor de Justiça Alexandre Bezerra recebeu duas denúncias: uma da ouvidoria do Ministério Público e outra anônima. Pelas denúncias, o município deveria pagar indenizações milionárias porque o procurador simplesmente não fazia a defesa da Prefeitura.

Num dos casos investigados pelo Ministério Público, dois ex-servidores da Câmara Municipal - o advogado Paulo André Lima Couto, ex-diretor de Finanças, e Itamar Luiz Ramos, ex-secretário de Finanças e hoje coordenador do Sistema de Controle Interno do município - podem receber R$ 441 mil por quatro férias não usufruídas.

O segundo caso de indenização superfaturada diz respeito à imobiliária LP Negócios LTDA. Os donos entraram com uma ação contra o município porque a Prefeitura teria colocado lixo nos terrenos da empresa. Pela área afetada com o lixo, a imobiliária pode receber R$ 1,1 milhão.

Francisco Leonardo Sá, analista contábil do Ministério Público, refez os cálculos e chegou a valores bem menores. “Nos cálculos do Ministério Público, chegou-se ao valor de R$ 558 mil. Na sentença do juiz, ele determina que sejam indenizados determinados lotes e quadras; no entanto, no calculo dos autores da ação, eles incluíram lotes que não devem ter sido pagos”, explica o analista.

O Ministério Público vai investigar o motivo de o procurador Roberto Falcão não contestar as ações e se ele estaria, de alguma forma, se beneficiando com isso. O MP já recomendou ao prefeito Luiz Carlos de Oliveira que afaste o procurador e que revise todos os processos em que Falcão tenha atuado em nome do município.

O promotor também pediu para que um perito oficial refaça os cálculos das indenizações, para que o pagamento seja suspenso provisoriamente, de modo a evitar que o município tenha prejuízo.

Em nota oficial, a Prefeitura afirma que “Roberto Falcão, procurador geral do município de Garanhuns, é um profissional digno, que tem agido com honestidade, competência e probidade no desenvolvimento de suas funções em defesa do município, não havendo até o presente momento, nenhum motivo justo e legal que desabone a sua conduta, motivos pelos quais ele continuará no cargo”.

7 comentários:

  1. Minha pobre Garanhuns...O que está acontecendo com você? Até quem é pago para te defender (PROCURADOR DO MUNICÍPIO), está sendo acusado de te fraudar. Meu Deus do céu!

    Carla Cristina Silva
    Av. Gonçalves Maia
    Heliopolis
    Garanhuns-PE

    ResponderExcluir
  2. Esse procurador também é suspeito e receber por fora dos advogados que trabalham em casos graúdos contra a prefeitura. Só Gil Teobaldo, do Recife, teria repassado R$ 30 mil a ele por ele o ter indicado para fazer a defesa do Município. A Prefeitura perde, mas o procurador sempre ganha.

    Severino Abdias de Souza, Rua Diário de Pernambuco, Heliópolis.

    ResponderExcluir
  3. É PAU, É PEDRA, É O FIM DO CAMINHO.........

    E PENSAR QUE ESSE NOME, - PREFEITO LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA - UM DIA, AINDA VAI VIRAR NOME DE RUAS, AVENIDAS E PRÉDIOS PÚBLICOS AQUI EM GARANHUNS.........

    ResponderExcluir
  4. Antonio bandeiras26 de maio de 2010 17:39

    Meu DEus cade a justiça que nao prende esses homens que nao tira esse prefeito so tem mafioso e ladrao nessa prefeitura cade a CPI vai sair qdo?nunca esse vereadore corrupitos todos comendo na mao do prefeito e ganhando 11 mil reais,socorro policia se fosse um pobre ja estava atras das grades,façam alguma coisa por GARANHUNS minha Garanhuns que tanto amo

    ResponderExcluir
  5. Acho que diante dos desabafos acima mencionados, só podemos começar a nos organizar e pedir a saida em massa de todos que compõem este desastroso quadro executivo...
    Ou então, votar nos próximos candidatos apoiados pelo "homi" pra coisa afundar de vez...

    Selma Mello
    Jornal Sináculo

    ResponderExcluir
  6. Prefeitura e Camara de Vereadores tá tomada por uma quadrilha de bandidos.

    Com apoio do Promotor de Festas Izaias Régis é claro.

    ResponderExcluir
  7. O PREFEITO LUIZ CARLOS TEM A ASSESSORIA DE SUA CONFIANÇA. O DR FALCÃO E O PEDRO DE ASSIS ODEIAM DINHEIRO E PROPRINA. SÃO TODOS HOMENS DO BEM DA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA DE GARANHUNS. SE NOS PROCESSOS DA JUSTIÇA FAZEM ESSA CONTALIBILIDADE IMAGINEM O QUE NÁO FAZEM NA PREFEITURA...EITA CABRAS SABIDOS. O DR. ALEXANDRE ANDA INCOMODANDO MUITA GENTE....E TOME DENUNCIA...E TOME E TOME....

    ResponderExcluir